Buscar
  • Da Redação

A Importância do Brincar de “Faz-de-Conta” na Infância e na Clínica Psicanalítica


Melanie Klein aponta que no jogo espontâneo da imaginação a criança dá lugar a criação e estimula as primeiras formas do pensamento que se expressam no brincar de faz-de-conta.

O brincar e a brincadeira tem um papel fundamental no desenvolvimento infantil é brincando que a criança organiza seus conflitos; na brincadeira a criança entra em contato com as regras e ao mesmo tempo pode se expressar a respeito do que pensa delas, dando lugar a imaginação e a sua criatividade.

Na psicoterapia o brincar é um aliado indispensável, através dele o terapeuta estabelece um vínculo com a criança qual o ajudará em seu papel no setting, pois sempre que a criança apresentar um bloqueio ou sua individualidade o terapeuta de forma lúdica o abordará a partir deste vínculo pré-estabelecido; isto proporcionará ao terapeuta uma análise do modo como a brincadeira se dá e as projeções da criança nela.

Na brincadeira simbólica os conteúdos inconscientes que geravam angústia na criança vão aparecendo e ela consegue organizar esses conflitos psíquicos que outrora estavam em forma de queixa.


Ingryd Jeanne L Carvalho é Psicologa e atende em nossa Clínica

CRP 06/165276


3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo