Buscar
  • Da Redação

CLINICA EQUIPHE ABRE ESPAÇO PARA GRUPO ESPECIALIZADO EM PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO


Profissionais da Clínica Equiphe abriram espaço para a formação de um grupo de estudos para profissionais da educação, em face aos alarmantes índices de afastamento e transtornos mentais nesse segmento.

Segundo a Secretaria de Educação do Estado de São Paulo, em 2016 foram mais de 50.000 afastamentos de professores por transtornos mentais ou comportamentais, o que equivale há mais de 37% do efetivo. Além disso, houve ainda um aumento significativo, quase 50% em relação ao ano anterior.

Para as psicólogas e organizadores desse grupo, Ana Flávia Ferreira e Simone Guatelli Saragiotto, esse aumento elevado pode se enquadrar em questões culturais e sociais ocorridas nas últimas décadas. A ideia desse grupo é compartilhar reflexões sobre as angústias vividas, através de um espaço de conhecimento, de trocas e de vínculos que permitam minimizar as dúvidas e a melhor compreensão dos sentimentos vividos e a elaboração de vivências.

Segundo Ana Flávia, “na atualidade, há a necessidade da ‘grupalidade’ em quase todos os tipos de ambiente em que convivemos e todo ser humano aprende mais em grupo: relatar experiências, refletir e receber informações, contribui para a diminuição dos medos e angústias frente a prática na escola”. Simone também acredita que a medida em que a pessoa se sente acolhida, respeitada e compreendida, num movimento em que todos a sua volta participam, ela um vai querer ser ouvida e ter sua experiência pessoal, ou a falta dela, compartilhada, profissionais da educação.

O grupo trabalha com dinâmicas culturais e emocionais visando melhorar o desemprenho profissional e a qualidade de vida dessas pessoas.

Quem se interessar por entrar em contato com a Clínica Equiphe e obter outras informações.

53 visualizações